Uma técnica clássica de Goku pode levar o Instinto Superior ao próximo nível

Cara, você já viu a última de Goku em Dragon Ball? O cara tá levando o Ultra Instinct pra outro patamar, saca? Ele tá misturando essa forma divina com a velha e boa Transmissão Instantânea, e o resultado é de cair o queixo. Lembra quando ele desviou dos golpes de um ser divino como se fosse brincadeira de criança? Pois é, essa combinação das duas técnicas tá mostrando uma sinergia animal!

No “Super Dragon Ball Heroes: Ultra God Mission”, tá rolando um torneio maluco chamado “Torneio Super Espaço-Tempo”, onde várias linhas do tempo tão se enfrentando. E quem tá no comando? O ex-Supremo Kai do Tempo, Aeos, que quer usar o torneio pra decidir quais linhas do tempo vão ser apagadas. Goku e sua equipe tão mandando bem, mas no capítulo 10, as coisas ficam tensas. Goku vai bater um papo com Aeos, tentando convencê-la a não destruir as outras linhas do tempo, mas ela não tá nem aí. Aí, o Goku parte pra briga, e é aí que a coisa fica boa.

Ele tenta um Kamehameha, mas Aeos, com uma mágica sinistra, faz o ataque desaparecer. Quando ela tenta usar a magia nela mesma, fica boquiaberta com o que acontece em seguida.

Goku, que já tinha perdido o Kamehameha, aciona o Ultra Instinct e, quando Aeos tenta congelar o tempo pra pegar ele, o cara usa a Transmissão Instantânea pra aparecer atrás dela. A combinação do Ultra Instinct com a Transmissão Instantânea é tipo um truque ninja: ele fica fora do campo de visão dela, tornando a magia do tempo inútil. É uma jogada genial, e funciona perfeitamente contra ela. Se até um ser divino como o ex-Supremo Kai do Tempo caiu nessa, imagina só contra outros oponentes.

A Transmissão Instantânea sempre foi um dos truques favoritos do Goku, mas meio que subutilizado, sabe? Tem gente que acha que o gesto de mão necessário pra técnica deixa ele vulnerável, mas com o Ultra Instinct, isso não é problema. Aeos até tenta usar sua habilidade de ver o futuro pra contra-atacar, mas Goku é rápido demais. No fim, ele ganha a luta, parando no último segundo antes de mandar uma rajada final que teria acabado com a deusa.

Olha, contra seres divinos, essa combinação de Transmissão Instantânea e Ultra Instinct é tipo um truque infalível. O movimento constante é chave numa luta, e se esse movimento for um teletransporte instantâneo, melhor ainda. Até contra deuses Destruidores essa técnica pode ser útil, deixando Goku desviar da energia de destruição deles com uma precisão absurda. Espero que as futuras histórias de Dragon Ball não esqueçam desse truque do Goku e façam da Transmissão Instantânea uma parte essencial do seu estilo de luta Ultra Instinct. Seria demais, né?

Acompanhe o site no Google News

- Publicidade -

últimos posts