‘One-Punch Man’: Teoria revela o segredo por trás do poder de Saitama

Saitama, o protagonista de One-Punch Man, é conhecido por sua incomparável força absoluta. Com um único soco, ele pode derrotar qualquer vilão, mesmo os de nível divino, sem sequer suar. Desde a sua primeira aparição, os fãs têm se perguntado: quem é realmente Saitama e de onde vem seu poder?

Uma teoria intrigante sugere que o segredo por trás do poder de Saitama é que ele é exatamente aquilo contra o qual ele luta – um monstro. Essa ideia é apresentada pelo Dr. Genus, um vilão brilhante da Casa da Evolução. Segundo ele, os seres humanos possuem um limite artificial para o seu crescimento, chamado de “Limitador”. Essa barreira, imposta pela própria existência divina, impede que os humanos ultrapassem um ponto em que perderiam todo o propósito e razão de suas vidas.

O Dr. Genus explica em um capítulo do mangá que todo ser vivo possui um limite intrínseco para o seu crescimento, e que um poder excessivo pode oprimir o hospedeiro, transformando-o em um monstro irracional e violento. Portanto, qualquer ser que ultrapasse esses limites seria, por definição, um monstro.

Genus propõe que o Limitador pode ser removido através de testes e experiências. Essa ideia é compartilhada por Psykos, a conselheira militar da Monster Association. A teoria sugere que uma pessoa pode quebrar seus próprios limites através de experiências quase mortais em batalha, resultando em uma transformação mental e física. Essa transformação levaria a modificações corporais e habilidades inimagináveis, explicando a aparência monstruosa dos monstros em One-Punch Man.

No entanto, a história de Saitama contradiz essa teoria. Segundo suas próprias palavras, ele se tornou um herói simplesmente realizando exercícios físicos diários, como flexões, abdominais e corrida, em vez de enfrentar batalhas até a beira da morte. Sua transformação física, embora notável, está longe das mutações monstruosas vistas nos verdadeiros monstros.

Embora existam evidências de que o Limitador possa ser ultrapassado, como demonstrado por Garou, conhecido como o “Monstro Humano”, que se transforma parcialmente em uma monstruosidade, a teoria de Genus não explica a natureza aparentemente comum de Saitama. Ele é um humano entediado, apaixonado por videogames, e não se encaixa no perfil de alguém que tenha ultrapassado seu Limitador através da fúria.

Essa contradição levanta a possibilidade de que o Dr. Genus tenha presumido que Saitama tenha quebrado seu Limitador simplesmente porque não conseguia conceber a existência de um humano tão poderoso. Talvez, diante do insondável poder de Saitama, Genus tenha assumido erroneamente que ele se tornara um monstro. Afinal, se Saitama não tivesse quebrado seu Limitador e ainda desafiasse todas as leis da realidade, isso o tornaria algo além de humano – talvez até mesmo um monstro.

Em última análise, a verdade por trás do poder de Saitama continua envolta em mistério. A mistura de elementos científicos e sobrenaturais em One-Punch Man desafia explicações simples. Talvez a verdadeira natureza de Saitama seja um dos aspectos que tornam a série tão fascinante e cativante para os fãs. Enquanto buscamos respostas, continuamos maravilhados com o poder impensável de Saitama e com a busca por seu verdadeiro eu.

- Publicidade -

últimos posts