Criador de Chainsaw Man revela que comeu seu animal de estimação na infância

Segundo o Anime Senpai, Tatsuki Fujimoto lançou a segunda coleção one-shot oficial em inglês intitulada “Tatsuki Fujimoto Before Chainsaw Man: 22-26”. Nessa obra, Fujimoto usou-a como uma espécie de confessionário improvisado para revelar seus sentimentos mais profundos e seu pecado mais sombrio.

Ele conta que morava com sua namorada em um apartamento barato em Yamagata, onde cuidavam de um peixe japonês como animal de estimação. Infelizmente, durante o verão, o peixe acabou morrendo. A namorada de Fujimoto pediu para que ele enterrasse o animal de estimação, mas as coisas não saíram como planejado. É compreensível que o criador do personagem Denji, conhecido por ser tão selvagem e imprevisível, tenha um lado desequilibrado.

Foto: MAPPA

Fujimoto tentou enterrar o peixe embaixo de uma grande árvore, mas não conseguiu devido ao solo extremamente duro. Apesar de seus esforços, suas mãos acabaram ficando sujas e não havia nenhum buraco para mostrar. Sendo assim, Fujimoto não teve outra opção a não ser deixar o peixe sem um enterro adequado.

Como os fãs de Chainsaw Man já sabem, o amor é capaz de fazer com que as pessoas ajam de maneira inexplicável. Nesse caso, Fujimoto sentiu um amor profundo pelo seu peixe de estimação e acabou decidindo comê-lo. Afinal, a união entre duas coisas é a forma mais profunda de amor.

A ação “amorosa” de Fujimoto não passou despercebida, tanto que quando sua namorada perguntou sobre a dor de estômago, ele mentiu, embora essa tenha sido uma das poucas vezes em que ele não foi pego mentindo. Ao final de seus comentários, o mangaká confessou que sentia muito mais culpa por ter mentido para sua namorada do que por ter comido o peixe, pois tinha suas prioridades bem definidas.

Tatsuki Fujimoto’s author comment from his second oneshot collection
by u/Voltaik1529 in ChainsawMan

Chainsaw Man está disponível na Crunchyroll.

- Publicidade -

últimos posts